terça-feira, 22 de Abril de 2014

Tábua Gradirripas de Pão Torrado com Chouriço Assado e Pá de Porco Caramelizada com Batata Mediterrâneas McCain

Olá

Como foi a vossa Páscoa, a minha foi bem simples. Se conseguir mostro-vos os doces.

Tábua Gradirripas de Pão Torrado com Chouriço Assado

Ingredientes:
Pão de forma sem côdea
Chouriço Alentejano (ou outro da sua preferência)

Torre o pão no forno (tenha atenção a temperaturas e se preferir pode torrar também na respectiva torradeira.

Asse o chouriço numa assadeira própria ou numa frigideira / grelhador ou então ao torrar opção no forno pode colocar o chouriço também no forno.

Sirva cortada em pedaços (proporcionais a uma rodela de chouriço) e disponha na Tábua Gradirripas


Pá de Porco Caramelizada com Batatas Mediterrâneas McCain

Ingredientes:

1200 kg de pá de porco
4 dentes de alho
1 cerveja 33 cl
50 gr. de azeite
50 gr. de ketchup
50 gr. de mel
20 gr. de molho de soja
1 cubo de caldo de carne
Sal Mariceu e pimenta q.b.
Batatas Mediterrâneas McCain

Arranje a pá de porco e coloque-a num tabuleiro. Descasque e lave os dentes de alho, deite-os no copo, junte o caldo de carne, o mel, o ketchup, o molho de soja e o azeite, tempere com sal Mariceu e pimenta e ligue durante 10 seg. / vel. 6. Adicione a cerveja, mexa com a espátula, verta sobre a carne e deixe marinar durante 30 minutos.

Coloque a pá de porco no forno e deixe assar durante 1 hora e 15 minutos ou até ficar assada, regando de vez em quando com o próprio molho e, se necessário, com um pouco de água quente.


Num tabuleiro à parte coloque as batatas Mediterrâneas McCain, com uma pitada de sal Mariceu e coloque a assar uns 30 minutos antes de terminar de assar a pá de porco.

Fonte: Revista: Teleculinária - Robot de Cozinha, n.º 57, Outubro de 2012.

terça-feira, 15 de Abril de 2014

Feijoadinha do Mar

Olá

Adoro uma boa feijoada, só que não corriam bem, não me sabiam como aquelas que comia em Porto Côvo que era de comer e chorar por mais, até que esta receita encheu-me os olhos e posso dizer-vos estava uma delicia.

Ingredientes:
700 gr. de chocos em tiras (usei pérolas do mar)
6 camarões
1/2 chouriço
2 latas grandes de feijão manteiga
1 cebola grande
3 dentes de alho
100 gr. de polpa de tomate
30 gr. de azeite
1 folha de louro
Sumos de limão q.b.
Coentros Aromáticas Vivas q.b.
Sal Mariceu q.b.


Arranje as tiras de choco, corte-as em pedaços mais pequenos, coloque-os numa tigela e tempere com sumo de limão e sal Mariceu. Descasque e lave a cebola e os dentes de alho, corte a cebola em pedaços e deite tudo no copo e ligue 5 seg. / vel. 5. Junte o azeite, passe a espátula e programe 5 min. / temp. 100º C / vel. 1

Adicione a polpa de tomate. o chouriço cortado em rodelas, o ramo de coentros Aromáticas Vivas, a folha de louro, o choco e 400 gr. de água, coloque os camarões na Varoma e encaixe no copo. Programe 25min. / temp. Varoma / vel. 1.

Retire os camarões e reserve. Coloque o feijão escorrido. Se necessário, acrescente um pouco do molho de feijão ao copo, feche e programe 5 min. / temp. Varoma / vel. 1. Retire, envolva tudo suavemente. Rectifique os temperos e sirva polvilhando com coentros Aromáticas Vivas picados.

Acompanhei com arroz branco.

Fonte: Revista Teleculinária Robot de Cozinha, n.º 73, Fevereiro de 2014

segunda-feira, 14 de Abril de 2014

Dedos de Bruxa - Dia Halloween de 2013

Olá,

Estava eu aqui a arrumar as fotos e afins e não é que descobri esta foto perdida?? Vim confirmar se já tinha publicado e claro que não.

A receita, da minha amiga Sónia, foi a que fiz no Dia de Halloween do ano passado.

Ingredientes:
100 gr. de manteiga
50 gr. de açúcar
2 ovos
1 c. de café de extracto de baunilha
300 gr. de farinha
1 pitada de sal Mariceu
50 gr. de amêndoas (para as unhas)
Doce de morango

·     Pré-aqueça o forno a 180º C.

Coloque os ingredientes no copo, excepto as amêndoas e o doce de morango, e programe 30 seg. / vel 6.

De seguida, separe bocadinhos da massa e dê forma de dedo. Pressione firmemente uma amêndoa num extremo para formar a unha. Marque três linhas na metade dos dedos para criar uma espécie de nódulo.

Coloque no tabuleiro e leve ao forno durante 20 minutos ou até estarem douradinhos.

Deixe arrefecer durante 3 minutos. Levante com cuidado as amêndoas, e unte com o doce de morango de modo a parecer o sangue. 

Volte a colocar a amêndoa sobre o doce.

Fonte: A receita foi retirada do Blog Bimby Made - Lisboa.come

sexta-feira, 11 de Abril de 2014

Sabonete de Mel e Aveia da Quinta da Vida e Espetadas de Frango e Camarão




Olá,

Hoje venho falar de mais um produto testado da Quinta da Vida, desta vez falo-vos do Sabonete de Mel e Aveia.

Sabonete de Mel e Aveia

"Acção antioxidante, amaciante, nutritiva, calmante e esfoliante.

Cuida e protege sem agredir."


Como usar:



Devem ser friccionados nas mãos com água fria ou morna até criar uma camada de sabão líquido. Pode depois aplicar na pele seca ou molhada do rosto ou corpo e massajar bem a zona. Se a pele estiver muito seca adicione mais água ou molhe previamente a pele. Repetir as vezes necessárias até sentir a pele limpa. Retirar com água abundante fria ou morna. Pode ser usado no banho ou duche e para lavar o couro cabeludo como alternativa saudável aos géis de banho e sampôs industriais. Pode ser usado frequentemente.

Opinião:

Sabonete tem um cheiro bastante agradável, deixa, também, o corpo com esse cheirinho bom, e a pele super sedosa e macia.

Entretanto, o único senão, é que não podemos estar muito tempo com o sabonete na mão (antes de utilizar, por ex. com as mãos secas e o sabonete seco), pois fica um pouco mole, mas esta é apenas uma nota que é questionável pois a minha casa com o calor é quente e não sei se será esta a razão.

Se quiser conhecer mais produtos da Quinta da Vida, carregue aqui e veja todas as novidades. 

Aproveite para comprar um presente para a sua Mãe, o dia está a chegar.


Esclarecimento dado pelo João da Quinta da Vida:

"Olá Susana!

Obrigado pela experiência do Sabonete de Mel e Aveia. Aproveitamos para explicar que sim, os nossos sabonetes são ligeiramente mais moles do que os sabonetes industriais a que normalmente estamos habituados e nota-se mais num ambiente quente.

A razão é simples: é que são 100% naturais e não contêm nenhum aditivo químico sintético (tóxico) para os tornar mais duros. Assim são também mais moles (suaves e hidratantes) para a pele e não são agressivos (tóxicos). :)

João P. Sousa
-
Quinta da Vida - Produtos Artesanais, Naturais e Biológicos
http://www.facebook.com/quintadavida.pt"


E para completar, hoje deixo aqui uma receita saudável e deliciosa.


Ingredientes:
Brócolos
Peito de frango
Camarão descascado
Cebolas pequenas ou Chalotas
Pimento verde
Sal Mariceu
Pimenta preta acabada de moer
Alho em pó
Pauzinhos para as espetadas

Corte os peitos aos cubos e tempere com um pouco de sal Mariceu e alho em pó e reserve.

Tempere, também, com um pouco de sal Mariceu o camarão e reserve.

Corte aos cubos os pimentos e a cebola descascada e cortada aos gomos.

Coloque ao lume um tacho com água e sal Mariceu e deixe ferver, junte os brócolos arranjados e deixe cozinhar.

Entretanto, coloque um pouco de cada (por ex. um cubo de peito de frango, um quadrado de pimento, um gomo de cebola e um de camarão).

Por fim, ponha no grelhador bem quente a grelhar.

domingo, 6 de Abril de 2014

O Melhor Molho da Francesinha!!


Olá,

Este fim de semana, é o Festival da Francesinha, na FIL - Parque das Nações, só que infelizmente não pode ir, pois o marido, como já aqui tinha referido algumas vezes, não suporta o queijo, detesta o cheiro e não come em locais que sabe que o queijo está ou esteve presente, então fiz em casa em honra do Festival.

E como adoro a Francesinha, só que os locais onde comi, o molho não faz jus às verdadeiras feitas no Porto, até que segui esta receita feita na Bimby e é deliciosamente deliciosa.

Ingredientes:
2 dentes de alho
250 gr. cebola
50 gr. azeite
Salsa Aromáticas Vivas
1 folha de louro
2 piri-piri
2 caldos de galinha
250 gr. polpa tomate
1 c. de sopa molho inglês Maçarico
0,33 cl cerveja
150 gr. vinho branco
50 gr. whisky
30 gr. maizena
100 gr. água


Coloque no copo, a cebola, o alho e o azeite e pique 6 seg. / Vel. 3 1/2.

Programe para refogar 7 min. / Temp. 100º C / Vel. 1.

Adicione todos os outros ingredientes à excepção da maizena e da água e programe 20 min. / Temp. 
100º C / Vel. 1.

Por fim, junte a maizena dissolvida na água e programe 5 min. / Temp. 100º C / Vel. 1.

Retire a folha de louro e triture Vels. 5 - 7 - 9 / 1 min.

Nota: Este molho dá para várias vezes depende do número de pessoas, a mim deu para umas 4 ou 5 vezes.

Fonte: Receita retirada no site Mundo Receitas Bimby


sábado, 5 de Abril de 2014

Sabonete Vegetal Artesanal: NATURELIS. Nova Parceria!

Olá

Venho apresentar-vos os meus novos parceiros: NATURELIS, desde já agradeço à Eloísa por toda a sua simpatia.

Conheça o seu site aqui e coma com os olhos ;)



Sabonetes vegetais e artesanais, feitos a partir dos melhores óleos na natureza!

Somos um jovem negócio que aposta na produção de produtos vegetais e naturais, defendendo o ambiente, os animais e zelando pelo bem estar dos nossos clientes.

Apostamos no original e único e, sem compostos artificiais, conseguimos um produto artesanal que difere dos industriais pela sua capacidade de limpar, hidratar e proteger.

Utilizamos óleos como azeite, côco, palma, amêndoas doces, macadâmia e manteigas vegetais como karité e cacau, entre outros.

Adicionamos extras como aveia, mel, argilas, sementes de papoila, aloé vera, flores secas, e outros, que dão umtoque especial aos nossos produtos, assim como realçam a sua ligação à natureza e tornam o seu uso uma experiência diferente e pessoal.

NATURELIS espera reacender o passado e proporcionar um agradável retornar às origens, capaz de provocar saudade e apelar ao natural e efémero uso do sabonete como produto representativo da higiene de antigamente, com as melhores qualidades que os ingredientes naturais e atuais conseguem proporcionar.

Fazendo uso da aldeia global, é agora possível juntar num único sabonete vários ingredientes que antes não se imaginariam juntos, sem que se percam as suas qualidades puras e genuínas  e ligando a multiculturalidade dos 4 cantos do mundo, dando principal destaque à preferência por produtos de origem portuguesa e/ou produzidos em Portugal.

Aromatizamos com óleos essenciais, fragrâncias ou ingredientes naturais como a fruta, não prejudiciais à pele e que tornam um simples ato de limpeza num momento de satisfação proporcionado pela suavidade e macieza e pelo aroma simples e característico dos ingredientes utilizados.

Somos diferentes porque hidratamos e porque não usamos conservantes nem aditivos artificiais.

quarta-feira, 2 de Abril de 2014

Batatas Sorridentes com Arroz, Ovo Estrelado e Bacon Grelhado


Olá,

Este comer remota-me sempre a minha infância, quantas e quantas vezes eu, os meus irmãos, vizinhos, primos e amigos comíamos lá em casa este prato!!! Quantas vezes vocês comiam? As diferenças são as "Batatas Sorridentes" - Kid Smile da McCain - e a falta das salsichas fritas.

Faço tantas vezes cá em casa, adoramos mesmo.

Ingredientes:
Batatas Sorridentes - Kid Smile da McCain
Bacon
Ovos
Arroz
Azeite
Sal Mariceu
Pimenta
Alho
Água
Molhos (opcional)
Pão de alho da marca Pingo Doce (opcional)

Em primeiro lugar faça o arroz branco, este fiz com água, alho, sal Mariceu e um fio de azeite.

Ponha a assar as Batatas Sorridentes - Kid Smile da McCain, com uma pitada de sal Mariceu. Bem como, coloque um pão de alho.

No meio da cozedura do arroz, numa frigideira anti-aderente bem quente "frite" o bacon.

De seguida, frite os ovos num fio de azeite (eu pessoalmente gosto mais) e tempere a clara com sal Mariceu e a gema com pimenta moída.

segunda-feira, 31 de Março de 2014

Creme Hidratante de Jasmim - Quinta da Vida

 Olá a todos,

Hoje não venho falar de receitas e de comeres, se bem que alguns ingredientes dos produtos enviados pela Quinta da Vida, poderiam ser utilizados nas nossas cozinhas.


 A ideia desta e de outras parcerias que iram surgir, serão: em mostrar a todos os meus leitores produtos portugueses e artesanais / tradicionais, tanto para a cozinhar como para outro assunto totalmente diferente, e dar a minha opinião sobre os mesmos.

Hoje, vou falar sobre (uma vez por semana será partilhada a minha opinião):

Creme Hidratante de Jasmim


"Com uma fragrância forte,mas doce, agradável e romântica, muito comum nas flores que florescem à noite."



 Modo de aplicação:
Aplicar uma pequena porção na pele seca do rosto ou corpo em movimentos circulares suaves para hidratar e suavizar, ao mesmo tempo que massaja ligeiramente a pele, até o creme ser totalmente absorvido.

O creme ficará a actuar na pele por várias horas. Pode ser aplicado 1 a 2 vezes por dia, todos os dias.


Opinião:
Gostei bastante, fácil de espalhar, gorduroso q.b., a pele fica sedosa, com um cheiro mesmo sendo forte, mas bastante agradável ao meu nariz (sou muito sensível aos cheiros, por causa da rinite / sinusite).

Posso dizer-vos que quando comecei a usar o Creme Hidratante  Jasmim, a minha pele estava muito seca e no dia a seguir após a utilização do creme, a minha pele melhorou bastante.

Veja sobre este e outros produtos, na página do Facebook da Quinta da Vida



sexta-feira, 28 de Março de 2014

Maçarico




A origem da Maçarico, S.A. remonta à década de 30, quando o seu fundador, Domingos Ribeiro Maçarico, que tinha mercearia e padaria, resolveu entrar no negócio de azeitona de mesa.Começou por comercializar azeitona galega, em cura natural - variedade tipicamente portuguesa - cujo fruto era devidamente seleccionado na herdade de um produtor/fornecedor da Beira Baixa, que lhe tinha proposto o negócio. Esta era uma região portuguesa produtora, por excelência, de azeitona galega e o negócio deu em evoluir, desenvolvendo-se uma rede de clientes promissora.

Assim, mais tarde, para além da azeitona, conservada ao natural, passou-se a transformar determinadas variedades de azeitona em azeitona oxidada, o que foi um passo extremamente avançado para a época, pois que nenhuma outra unidade, no País, tinha conhecimento da tecnologia de oxidação.

Ampliou-se também a gama com outros produtos, como pickles, tremoços, molho de piri-piri e mostarda, numa constante inter-relação com o mercado, com aqueles produtos criados ao seu gosto.

Esta ideia central do mercado, comandando a produção, e a ideia de uma elevada qualidade no produto, distinguindo-o, com mais valor, para o cliente e maior satisfação, haveria de perdurar na cultura da empresa. E também haveria de perdurar a aposta na melhoria contínua e na investigação, para o desenvolvimento de novos produtos, a partir da constante observação do mercado e suas necessidades.

Hoje, a Maçarico dispõe de uma unidade industrial, ocupando mais de 30.000 m2. Em unidades separadas, centralmente coordenadas, ali são fabricados os diversos produtos do seu portfolio, com as melhores tecnologias e profissionais de elevado nível técnico.

Como factores de sucesso para a competitividade, a Maçarico elege a inovação, a investigação, o profissionalismo e a flexibilidade, nas estruturas e processos. Todavia, destaca a cultura que tem vindo, ao longo dos anos, a criar e consolidar, com valores éticos e de justiça, contribuindo para as melhores relações humanas e profissionais dentro da empresa e, desta, com o meio envolvente, e a maior coesão na sua força de trabalho.

Hoje, a Maçarico é líder destacada em Portugal e, a nível internacional, posiciona-se como uma das maiores unidades industriais no sector.
Exporta para todos os continentes e cobre o mercado doméstico, com presença em todas as cadeias de distribuição.